✓ Worldwide wine delivery ✓ Fast shipping ✓ Secure packaging
  • WINES MADE NATURALLY AND BIODYNAMIC FARMING

Vinhos Naturais

 

O vinho mais puro

Os bons  vinhos naturais são vibrantes e vivos, e mostram personalidades diversas cada uma cheias de emoção. A vinificação natural é feita sem intervenção química e pouca tecnológica, sempre usando agricultura orgânica e às vezes também estão usando agricultura biodinâmica. Durante a produção, nada é adicionado ou removido do vinho. Ao contrário do vinho orgânico, os vinhos naturais também são feitos sem produtos químicos e aditivos na adega. O vinho orgânico na UE pode conter quase 50 aditivos diferentes (fermento industrial, açúcar, produtos químicos, corantes, potenciadores de sabor, manchas, etc.), além disso, a filtragem e os "processos de clareza" são feitos com produtos de origem animal de peixes e ovos. A maioria dos vinhos naturais apenas sofre filtração natural por gravidade ou nenhuma, para manter o vinho real e puro.

O vinho natural é verdadeiro em seu sabor da uva e gostaríamos de chamar isso de emocional. Alguns podem dizer que é o novo fenômeno das bebidas de qualidade, embora tenha existido desde os tempos antigos. Eles tem o sabor, cheiro e a cores deslumbrantes, são ambientalmente saudáveis ​​e ainda mais saudáveis ​​do qualquer outro vinho. Quando o vinho foi feito pela primeira vez há 10.000 anos, não foi feito com pacotes de leveduras, vitaminas, enzimas, osmose reversa, cryoextração ou taninos em pó. Esses produtos surgiram depois da segunda guerra mundial, tendo em vista reerguer a agricultura rapidamente pelas perdas causadas pela guerra e muitos agricultores nao resistiram a essa oferta, os que recusaram nao conseguiram sobreviver na época.  Nossa seleção hoje é baseada em produtores que se espelharam nesses agricutores contra a industria química como por exemplo Joseph and Anne François de Anjou (os ícones e verdadeiros produtores de vinhos da decada de 50)

 

O que é isso?

Não existe uma definição oficial ou legal de vinho natural e não há nenhuma organização que certifique que um vinho é natural. As associações de produtores de vinhos naturais publicaram várias definições não-oficiais e códigos de prática e estão trabalhando para uma definição comum.

Existem alguns critérios básicos que a maioria dos produtores e organizações de vinhos naturais aceitam:

  • uvas cultivadas organicamente ou biodinamicamente
  • vinhas de produção seca e de baixo rendimento
  • escolhido manualmente
  • sem açúcares adicionados, leveduras estrangeiras ou bactérias estrangeiras
  • sem ajustes de acidez
  • sem aditivos para cor, sensação bucal ou mineralidade
  • sem aditivos de sabor externos (incluindo os derivados de novos barris de carvalho, bastões, aparas ou extratos líquidos)
  • mínima ou nenhuma finalização ou filtração
  • sem manipulação pesada como micro-oxigenação, osmose reversa, cone de fiação ou cryoextração
  • sulfitos agregados ou não adicionados

 

Quando você provar vinhos naturais de fantásticos produtores da Franca, Itália, Espanha, Austria ou Geórgia que produzem  maravilhosos vinhos sem nenhum aditivos sequer, isso faz você se perguntar: se eles conseguem gerenciá-lo, por que os outros não podem?

O vinho é uma das poucas indústrias alimentares não regulamentadas pelas leis de rotulagem. À medida que nos tornamos cada vez mais conscientes do que comemos, parece estranho que ainda não estamos fazendo as mesmas perguntas do que bebemos. Mas isso pode mudar mais cedo do que pensamos.

#CookiesHeading1#
#Description#
#CookiesSettings#
#CookiesHeading2#
#NecessaryCookies#
#NecessaryExplanation#
#PerfomanceCookies#
#PerfomanceExplanation#
#MarketingCookies#
#MarketingExplanation#